Quem se importa?

Não vamos levar nada daqui; quem se importa? No dia que estamos mais felizes ou naquele dia mais triste de todos, quem se importa? Quando acordamos atrasados de manhã porque esquecemos de programar o despertador, quem se importa? Saímos porta afora juntando as coisas com pressa. E daí? Quem se importa?

Quando damos uma topada no pé da mesa com o dedão ou o dedinho do pé, quem se importa? Aquela dor intensa, aquela descarga toda desagradável, quem se importa? Quando seu primeiro filho nasce, ou quando algum filho fica doente. Quando seu pai se foi pela porta afora ou sua mãe acaba de chegar, quem se importa?  Quando ficamos doentes ou quando nos recuperamos? Quem se importa? Quem manda flores para quem ainda está vivo?

Quando vamos para o hospital passar por uma cirurgia. Ou levamos alguém até lá que precisa ser operado. Quem se importa?

Assistindo um filme pela centésima vez, aquele que você sabe até as falas dos personagens, quem se importa? Vendo uma série que te faça rir muito ou chorar, quem se importa?

Indo para o trabalho.

Voltando do trabalho.

Abastecendo o carro.

Trocando o carro.

Carro novo ou estragado.

Não tendo carro e andando de carona num dia de chuva.

Levando seu cachorro para passear ou lamentando que ele morreu.

Mentindo ou falando a verdade.

Cumprimentos para algum conhecido na rua ou dando adeus.

Perdendo e achando.

Chorando ou sorrindo, ou os dois ao mesmo tempo.

Deixando de ser besta ou sendo muito.

Sendo enganado ou enganando.

Quem realmente se importa?

Nessa mistura confusa da vida. Nesta luta que não parece ter sentido, tantas vezes. Postando aquelas coisas na internet. Fotos, vídeos ou textões (como esse aqui!). Horas na frente do celular. Piadas. Lamentos. Saudades.

Ninguém quer saber além de um like. Quem se importa mesmo?

Algum tipo de coisa deve haver. Mais profundo que tudo isso. Alguma resposta que estamos sempre buscando. Aquela peça que explicaria tudo. Que nos daria a forma completa. Que nos faria esquecer este vazio.

Mas quem realmente busca isso?

Quem quer perguntar?

Quem está insatisfeito?

Quem prefere evitar?

Alguém? Alguma coisa?

E quem se importa?

Dr. Carlos Eduardo dos Santos Martins – Médico Anestesiologista – CRM/PR – 20965.